CATEQUESE: 05 santos que foram grandes pais



Estes homens santos continuam sendo modelos para pais ao redor do mundo

Não é fácil ser um bom pai. Requer muito sacrifício, disposição a fazer o que for necessário para orientar seus filhos a serem as melhores versões de si mesmos. O pai trabalha em conjunto com a mãe para criar seus filhos na fé e no esforço de moldá-los em vasos de virtude.

A responsabilidade é imensa, e todo pai falha em algum momento. A boa notícia é que, com a graça de Deus, tornar-se um grande pai é possível.


Se você precisar de alguma inspiração, olhe para os santos! Muitos santos eram excelentes pais e levavam seus filhos para mais perto de Deus

CARLOS DA ÁUSTRIA
Além de ser o último imperador da Áustria (e governante do Império Austro-Húngaro), Carlos era um homem de família e um marido leal a sua esposa, Zita. Eles foram casado por 11 anos, antes de sua morte prematura, em 1922, e criaram 8 filhos.

Ser o chefe de um império na guerra certamente traz muitas dificuldades, mas no meio disso tudo, Carlos nunca esqueceu a importância de sua família. Depois que ele e sua família foram exilados, ele fez daquele momento um período frutífero para a família crescer junto.

Segundo o site dedicado a causa de sua canonização, seu único consolo em perder o trono foi o fato de que ele poderia passar mais tempo com sua esposa e família. Essev tempo de estar juntos – em um quarto lendo, brincando e rezando juntos, ou andando ao ar livre e caminhando juntos, ou fazendo outras atividades como caça, passeios de barco e pesca – era um grande tesouro para ele. No seu leito de morte, pediu: ‘cuide dos meus pequeninos’.

SÃO LUÍS IX DE FRANÇA
Rei da França de 1226 – 1270, Luís foi um modelo de pai. Escreveu esta carta poderosa para seu filho:

Minha primeira instrução é que você deve amar o Senhor seu Deus com todo seu coração e toda sua força. (…) Se o Senhor permitiu que você passasse por alguma provação, suporte de boa vontade e com gratidão, considerando que isso aconteceu para o seu bem e que talvez você merecesse isso. Se o Senhor concedeu a você qualquer tipo de prosperidade, agradeça-lhe com humildade e veja que você não se torna pior por isso, seja por orgulho vaidoso ou qualquer outra coisa, porque você não deve se opor a Deus ou ofendê-lo em seus dons.

Seja bondoso com os pobres, com os desafortunados e os aflitos. Dê a eles o máximo de ajuda e consolo que você puder. Dê graças a Deus por todos os benefícios que ele concedeu a você, para que você seja digno de receber mais.

SANTO ESTÊVÃO I DA HUNGRIA
Governante de 1001 a 1038, ele é considerado o primeiro rei da Hungria. Também escreveu a seu filho e aconselhou-o a manter a fé.

Meu querido filho, se você deseja honrar a coroa real, aconselho, exorto acima de tudo, a manter a fé católica e apostólica com tanta diligência e cuidado que você possa ser um exemplo para todos aqueles que estão sob você, e que todo o clero possa justamente chamá-lo de homem de verdadeira profissão de fé cristã. Se não fizer isso, você pode ter certeza de que não será chamado de cristão ou de filho da Igreja.


Querido filho, mesmo agora em nosso reino, a Igreja é proclamada como jovem e recém-plantada; e por essa razão ela precisa de guardiães prudentes e confiáveis, para que o benefício que a misericórdia divina nos outorgou imerecidamente não seja destruído e aniquilado por nossa ociosidade, indolência ou negligência.

SÃO LUÍS MARTIN
Luís Martin foi um pai incrível, com muitos de seus filhos ingressando na vida religiosa, incluindo a bem-amada Santa Teresa de Lisieux. Ele tinha um coração afetuoso e amava cada criança individualmente. Ele mostrava isso usando pequenos apelidos para seus filhos. Chamava Marie de “o diamante”; Pauline de “a bela pérola”; Celine de “a destemida”; Léonie de “o bom coração”; e Teresa de “a pequena rainha” ou “buquê”. Luís também foi um pai ativo, juntando-se às brincadeiras das crianças, inventando canções e atividades para elas. Luís e Zelie também fizeram o que puderam ajudar seus filhos a levar uma vida de virtude.

SÃO JOSÉ
Pouco foi registrado sobre São José e suas habilidades como pai, mas, a partir de suas aparições nas Escrituras, vê-se que ele está disposto a fazer o que for preciso para prover e proteger sua família. Mesmo quando apresentado à concepção milagrosa de Jesus no ventre de Maria, José é firme na fé, acredita nas palavras do anjo e age conforme os desígnios divinos. Ele é descrito como um “homem justo” nos Evangelhos. São José é simplesmente o padroeiro de todos os pais.
Fonte: Aleteia
CATEQUESE: 05 santos que foram grandes pais CATEQUESE: 05 santos que foram grandes pais Reviewed by Eu e Deus on junho 17, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário: