GRUPO ATACA CATÓLICOS COM OVOS E "GRITOS ANTICATÓLICOS" - Eu & Deus

CONFIRA

Home Top Ad

Post Top Ad

segunda-feira, 7 de maio de 2018

GRUPO ATACA CATÓLICOS COM OVOS E "GRITOS ANTICATÓLICOS"

Um menino de 12 anos foi acusado de comportamento ameaçador e abusivo após um incidente na terça-feira em uma igreja católica na Escócia.

Uma “gangue de jovens” jogou ovos crus e lançou “gritos anticatólicos” no Pe. Kevin Dow e seus paroquianos do lado de fora de St. John e St. Columba's Church em Rosyth, a 23 km a noroeste de Edimburgo, enquanto os frequentadores da igreja estavam saindo da missa na noite


A mídia local relata que testemunhas disseram que cerca de 10 crianças por volta dos 12 anos de idade estavam envolvidas no incidente, que está sendo tratado pelas autoridades como um crime de ódio. A polícia escocesa disse que eles responderam às reclamações e que a investigação está em andamento.

Pessoas com informações adicionais foram encorajadas a contatar as autoridades.

"É terrivelmente triste que na Escócia de hoje ainda tenhamos jovens que parecem criados ou encorajados de outros lugares a serem anti-católicos e a fazê-lo de maneira aberta, intimidadora e violenta". Dow disse após o ataque.

Houve vários incidentes semelhantes na Escócia nos últimos anos.

Em julho de 2016, jovens gritaram cânticos anticatólicos PARA um padre visitante em Broxburn, a oeste de Edimburgo.

E em maio de 2015, uma paróquia em Livingson, também a oeste de Edimburgo, foi amplamente pintada com grafites anti-católicos.

A Escócia experimentou uma divisão sectária significativa desde a Reforma Escocesa do século 16, que levou à formação da Igreja da Escócia, uma comunidade eclesial na tradição calvinista e presbiteriana que é a maior comunidade religiosa do país.

Quando o moderador da Igreja da Escócia, John Chalmers, se encontrou com o Papa Francisco em fevereiro de 2015, ele disse à CNA que tal encontro “significa quase o fim dessa divisão sectária”.

Post Bottom Ad

Páginas