POR QUE O DINHEIRO ESTRESSA SEU CÉREBRO?


Nosso cérebro precisa aprender a lidar com dinheiro, pois não foi projetado para isso

Eu odeio tudo que diz respeito ao dinheiro: contar dinheiro, fazer orçamento, gastar. Na verdade, a única coisa que eu odeio mais do que lidar com dinheiro é não ter dinheiro para lidar. Então, eu tento gerenciar isso tudo.

Eu realmente não sou muito boa em analisar opções e decisões financeiras que eu não conheço. O que eu sei é que gastar R$ 75 com um pedaço de carne capaz de alimentar apenas uma pessoa no jantar é um desperdício do meu dinheiro, já que, com esse valor, eu poderia comprar dois assados e alimentar toda a família. Esses são os cálculos que aprendi a fazer à medida que a nossa família foi crescendo. Mas se você me pedir para analisar taxas de juros e os potenciais retornos de um investimento, certamente olharei para você com uma cara de espanto. Eu não sei como processar essas informações – e tenho me envergonhado disso há anos. Os adultos deveriam ser capazes de fazer esse tipo de coisa, certo?


Na verdade não. Um estudo financiado pela Northwestern Mutual instalou eletrodos em diretores de empresas e voluntários e descobriu que as decisões financeiras envolvem um estresse cerebral considerável. Na verdade, ninguém é apenas “capaz” de fazer esse tipo de coisa . Jon Byman, um pesquisador de planejamento financeiro, descobriu que suas ondas cerebrais estavam tão estressadas quanto as de todos os outros participantes da pesquisa. Ele explica que o motivo pelo qual nossos cérebros sofrem para processar decisões financeiras é o fato de nós ainda estarmos nos adaptando ao nosso ambiente evolutivo.

O neurocientista Sam Barnett diz que as finanças estressam nosso cérebro porque o órgão não foi projetado para ser bom com o dinheiro. “O cérebro é um órgão notável”, diz Barnett. Ele foi projetado para se adaptar a novas situações. “Nós não sobrevivemos porque éramos mais rápidos e fortes que os animais, mas porque podemos nos adaptar”, diz ele. “Mas para fazer isso, nós realmente precisamos nos esforçar”.

E aprender sobre finanças exige muito esforço, diz ele, porque ainda estamos nos adaptando. “Nós não nascemos com a capacidade de processar uma decisão financeira. Isso não é algo que nossos antepassados tiveram que fazer há milhares de anos“, conclui Barnett.

Isso faz muito sentido e é incrivelmente reconfortante. Eu não sou irremediavelmente incapaz de fazer um planejamento financeiro. Na verdade, eu nunca fiz nenhum esforço para aprender a fazê-lo.

Mas o estudo também descobriu que trabalhar com outra pessoa, como um planejador financeiro por exemplo, tanto reduz o estresse cerebral quanto aumenta a concentração. O trabalho em equipe ainda melhora significativamente nossa capacidade de reconhecer e entender conceitos cruciais.

Então, se você também sofre quando tem que lidar com questões financeiras, não sinta vergonha! Você não é incapaz ou imaturo, você simplesmente não ensinou o seu cérebro a se adaptar ainda. E você terá muito mais sucesso ao fazer isso se você procurar ajuda com alguém que domine o assunto.

Fonte: Aleteia
POR QUE O DINHEIRO ESTRESSA SEU CÉREBRO? POR QUE O DINHEIRO ESTRESSA SEU CÉREBRO? Reviewed by Eu e Deus on novembro 30, 2017 Rating: 5